Buscar
  • Grao Gourmet

Visita Guiada Nos Campo Místicos


Primeiro Tour do Café de 2017

POSTED ON 23/06/2017 BY GRÃO GOURMET

Esse post é para contar como foi o primeiro Tour do Café do ano!

O Tour do Café tem como propósito levar nossos clientes e amigos para um dia de campo em uma fazenda de café. A ideia é conhecer a cadeia que envolve a produção do café que você prepara todos os dias e recebe em um pacotinho. Por quantas mãos esse café passa? Quantas pessoas trabalham e se dedicam para produzir um café especial? Quantas etapas são necessárias para ter aqueles grãos torrados?

E é apenas no campo, na fazenda de café, que conseguimos respostas para essas e outras questões. E nada melhor que a época da colheita para ver a fazenda a todo vapor!

A fazenda

A Adriane e o Valmor nos receberam de braços abertos na fazenda Café Campo Místico, localizada em Bueno Brandão, Sul de Minas Gerais, a 160 km de São Paulo, capital, de onde saiu nosso tour.

Bueno Brandão está localizada nas cristas da Mantiqueira, a 1.300 metros de altitude, recoberta pela Mata Atlântica. A cidade possui inúmeras quedas d’água, sendo conhecida também por “Cidade das Cachoeiras”.

A história da Adri e do Valmor é mais uma daquelas histórias em que o “bicho do café” entra em ação e, quando você percebe, está completamente “garrado” no café!

Há 15 anos eles adquiriram um lindo pedaço de terra em Bueno Brandão e em 2005, com o intuito de tornar a terra autossustentável, plantaram os primeiros pés de café. Os primeiros lotes produzidos foram do chamado café comercial ou “commoditie”, como se fazia há décadas na região.

Com o tempo, foram estudando, aprendendo, pesquisando e perceberam que café não era só aquilo! Descobriram uma infinidade de técnicas e informações, até que perceberam que o café não é sempre igual e que possui um universo de sabores, aromas e variedades.

café não é sempre igual

Então entraram de cabeça e coração na produção de cafés especiais, investindo em técnicas e equipamentos para conseguir preservar toda a riqueza de sabores dos grãos. Como eles dizem:

A terra vai sempre responder da mesma forma como você a trata

Recepção na fazenda

Saímos de São Paulo às 8:00 h da manhã e a recepção aconteceu com café especial e pão de queijo no próprio ônibus! Éramos quatorze adultos e uma criança de 1 ano e 11 meses Sim, crianças são muito bem-vindas no tour!

Chegamos à fazenda às 11:00 h da manhã, o dia estava lindo para um passeio pelo cafezal.

Conversamos um pouco com a Adri e o Valmor, que contaram um pouquinho da história deles, e já havia um almoço maravilhoso preparado no fogão à lenha nos esperando. Comida mineira de fazenda, que delícia!

Conhecendo a lavoura de café

Depois de “abastecidos” seguimos para a lavoura de café, onde nos deparamos com os pés de catuaí vermelho carregados de frutos maduros, prontos para fazermos a colheita dos grãos!

Sim, o Valmor separou uma área do cafezal para fazermos a colheita do café. Não basta sorrir, tem que participar e colocar a mão na massa. Antes, ele nos deu uma aula sobre café.

Valmor nos ensinando sobre café

Apesar de não sermos experientes como o Ney (que trabalha lá há anos), acho que fizemos um bom trabalho, em um ritmo mais lento, é claro Mas até as crianças presentes entraram na roda e colheram café, uma experiência única!

Cafezal pronto para nossa colheita

Ney ensinando a colher café

Todo mundo colhendo café

A colheita na fazenda Café Campo Místico é manual e também é usada uma derriçadeira manual para ajudar. Como os pés de café estão na montanha, não dá para fazer colheita mecanizada, que reduz o custo de mão de obra.

Nada mal trabalhar com essa vista, não é mesmo?!

Vista linda do cafezal

Terreiro suspenso

Depois de colher café, fomos conhecer o terreiro suspenso que eles usamo para secar os lotes de café especiais.

Na fazenda eles produzem o café chamado de natural, ou seja, é seco com a casca. No terreiro tradicional, o café fica em contato com o piso, geralmente de concreto. Já no terreiro suspenso, ele fica sobre uma tela, que permite a passagem de ar pelos grãos e proporcionando uma secagem melhor. Assim como no terreiro normal, o café deve ser revirado. A secagem é uma etapa importante na produção do café que influencia diretamente na qualidade final da bebida.

Café secando no terreiro suspenso

No alto à esquerda, café que acabou de ser colhido; à direita, café há mais tempo secando; embaixo, café em vários estágios de secagem.

Beneficiamento do café

Terminada a secagem, é feito o beneficiamento dos grãos. O objetivo dessa etapa é descascar o café em coco (seco e ainda com a casca) e separar a casca e o pergaminho, eliminando as impurezas como terra, torrões e pedras ao máximo. A quebra de grãos deve ser a menor possível.

Na fazenda eles não possuem esses equipamentos, pois a produção é familiar e não justifica esse investimento. O que eles fazem é beneficiar o café nas máquinas da cooperativa de café.

Eles possuem um equipamento menor para preparar amostras e foi esse equipamento que o Valmor nos mostrou e explicou como funciona e qual a função principal dessa etapa.

Valmor ensinando as etapas do beneficiamento para preparar o café para a torra

Degustação de cafés e métodos de preparo

Depois de ver tudo isso, deu uma vontade de tomar um café!

A Adri preparou duas mesas para nós: uma mostrando a diferença entre um café comercial com defeitos e um café especial, os tipos de defeitos do café e como separa por tamanho (as peneiras).

Adri nos falando das diferenças entre café especial e com defeitos

Na outra mesa estava o Valmor, iniciando os preparativos para nossa degustação de cafés e métodos.

Valmor falando de métodos de preparo

Teve café na Hario V60, no Kalita e prensa francesa, e explicação de outros métodos como Aeropress e Pressca. Provamos o mundo novo, catuaí vermelho e um bourbon amarelo. Muito bom!

Momento degustação e métodos de preparo

Até breve

Para finalizar nosso Tour do Café, a tradicional foto do grupo!

Foto do nosso grupo Tour do Café 2017 – Café Campo Místico – Alto esq para dir:

Mãe da Adri, Udinéia, Bárbara, Boris, Erika, Celia, Bani, Custódio, Nailde, Juliana com o

Nicholas no colo, Valmor, Sara; Agachados esq para dir: Renata, Nikita, Adri, Lucas e Fernanda.

E todos os participantes ganharam uma muda de café para lembrar sempre dessa experiência

Agradecemos de coração a Adri e o Valmor pela recepção!

Abraços cafeinados,

Renata – fundadora do Grão Gourmet


57 visualizações

VISITE

Campo Místico

Bueno Brandão, MG

CONTATO

E. Mail: cafe@campomistico.com.br

ACOMPANHE

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2018 Campo Místico. Criado por Andarilho Design